Policial atira em dois após jogo de beisebol em Los Angeles

Este é o terceiro caso de violência em estacionamentos dos dois times da cidade apenas nesta temporada

25 de junho de 2009 | 14h02

A violência não é vista nas arquibancadas, mas descambou no estacionamento do Estádio do Los Angeles Angels, time da MLB, principal liga de beisebol da América do Norte. Após o jogo da equipe, que venceu o Colorado Rockies por 11 a 3, na noite de quarta, um policial à paisana atirou em dois homens.

Um deles foi atingindo na cabeça e está em estado grave. O outro levou um tiro no braço e continua em observação. Já o policial chegou a ser atendido com um ferimento na cabeça, mas já foi liberado.

Apesar de ter atirado, o policial, que não teve o nome identificado, teria sido a vítima. De acordo com o sargento Tim Schmidt, dois homens teriam atirado latas de cerveja no policial, que estava acompanhado de sua mulher e duas crianças. "Nós achamos que ele foi vítima de um crime", disse Schmidt.

De acordo com o departamento de polícia, o policial entrou em contato e afirmou que estava sendo enforcado por um dos homens, que pedia para que ele se afastasse de seu carro. No desespero, sacou a arma e deu os disparos.

Esta é a terceira vez que cenas de violência fazem parte de jogos de beisebol na região de Los Angeles. Um homem morreu durante uma luta na primeira partida do Los Angeles Angels, em abril, enquanto outro foi esfaqueado no Dodger Stadium após o primeiro jogo da temporada do Los Angeles Dodgers.

PANORAMA

Como ingressos são difíceis de se comprar em dia de jogos, muitos torcedores ficam no estacionamento, ouvindo o jogo e realizando confraternizações. Alguns deles fazem parte de gangues e brigas esporádicas acontecem.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.