Divulgação
Divulgação

Polo aquático do Brasil fica em 2º na preliminar da Liga Mundial

Equipe é superada pela Austrália por 9 a 6 na grande final

Estadão Conteúdo

04 de abril de 2015 | 19h41

A seleção brasileira masculina de polo aquático já vem colhendo frutos com a utilização de três jogadores de dupla nacionalidade. Neste sábado, a equipe ficou com o vice na fase preliminar da Liga Mundial ao ser derrotada pela Austrália, por 9 a 6, na final da competição realizada na cidade de Newport Beach, na Califórnia, nos Estados Unidos.

Por ter se classificado às semifinais - com vitórias sobre China e Casaquistão na primeira fase e Japão nas quartas -, o Brasil já se garantiu na fase final da Liga Mundial, com oito países, que acontecerá em julho, na Itália. Nas semifinais, na última sexta-feira, o triunfo foi sobre os chineses por 14 a 12.

O artilheiro do time vem sendo Felipe Perrone, carioca que chegou a jogar os Jogos Pan-Americanos de 2003 (em Santo Domingo, na República Dominicana) pelo Brasil, mas depois optou por defender a Espanha. No ano passado, o então capitão da seleção espanhola anunciou a decisão de jogar pelo Brasil na Olimpíada de 2016, no Rio.

Além dele, o time conta com Adrià Delgado, que nasceu e cresceu na Espanha mas tem pai brasileiro, e com o ítalo-brasileiro Paulo Salemi, incorporado aos planos da seleção recentemente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.