Pólo do Brasil vai disputar 7º lugar

Em um jogo violento, a seleção brasileira masculina de pólo aquático venceu a Polônia, por 7 a 5, neste sábado, na piscina do Vasco, e se classificou para a disputa do sétimo lugar do Torneio Pré-Olímpico. A final da competição ocorre neste domingo, a partir das 8h30, entre alemães e croatas, que já asseguraram presença em Atenas. O terceiro lugar e a última vaga para os Jogos serão decididos entre romenos e russos.Apesar de estar lutando pela chance de disputar o 7º lugar, a seleção entrou na piscina motivada e nos dois primeiros quartos já vencia por 5 a 1, com gols de Beto Seabra, Leandro "Flipper" Machado, Felipe Perrone, Daniel Mameri e Rafael Murad. Jaroslaw Terala descontou para os poloneses.No terceiro e último quartos, a Polônia esboçou uma reação, com a nítida "ajuda" do juiz romeno Mihai Simion, que deixou de marcar várias faltas a favor da seleção. Os poloneses abusaram do jogo violento, que pouco foi coibido pelo árbitro.Mesmo assim, a defesa bem armada do Brasil e o eficiente ataque não permitiram que o adversário virasse a partida. E com gols de Beto Seabra e Felipe Franco, a seleção chegou a sete, enquanto a Polônia atingiu cinco, com Piotr Wojcik (3) e Grzegorz Knap."É uma barbaridade o que os juízes estão fazendo. Isso é uma falta de respeito", disse o técnico da seleção Carlos Carvalho. "Mas é um sinal de que estamos incomodando. Só fazem isso porque o nosso pólo cresceu." Neste domingo, às 10h, o Brasil volta à piscina para decidir o 7º lugar contra o Canadá, que neste sábado venceu Porto Rico, por 11 a 2. Os porta-riquenhos decidem com os poloneses a 9ª colocação, às 8h.Já a Alemanha, que surpreendeu a favorita Rússia, vencendo por 9 a 8, e a Croácia, que derrotou a Romênia, por 12 a 0, vão decidir o Pré-olímpico às 14h30. Romenos e russos se enfrentam às 13h, na disputa pelo terceiro lugar. Às 11h30, Holanda e Eslováquia decidem o 5º lugar.DESISTÊNCIA - A Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) informou que a seleção de nado sincronizado não vai participar do Pré-olímpico de Atenas, previsto para os dias 15 e 18 de abril. O motivo para a desistência foi a opção de poupar uma das irmãs Moraes (Carolina ou Isabela), que competirão na prova de dueto.Como a Federação Internacional de Natação (FINA) não permitiu a inscrição de dez atletas por equipe, Carolina ou Isabela seriam obrigadas a competir também por equipes. A CBDA considerou que o esforço não seria necessário, porque não havia nenhuma possibilidade de a seleção se classificar para Atenas. Já as duas irmãs são consideradas favoritas a uma das vagas que estarão em disputa para os Jogos.

Agencia Estado,

31 de janeiro de 2004 | 15h49

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.