Nicolas Aguilera/EFE
Nicolas Aguilera/EFE

Polonês Michal Hernik morre durante disputa do Rali Dacar

Piloto de 39 anos fazia estreia na prova de motos; competição soma quinta morte desde que passou a ser disputada na América do sul

EFE

06 de janeiro de 2015 | 21h46

O piloto de motos polonês Michal Hernik morreu nesta terça-feira enquanto disputava a terceira etapa do Rali Dacar, entre San Juan e Chilecito, segundo informações divulgadas pela organização da competição.

Hernik, de 39 anos, fazia sua estreia no Dacar e morreu no quilômetro 206 de Cuesta del Miranda, na província de La Rioja, às 17h03 de Brasília.

De acordo com o comunicado oficial, um helicóptero médico encontrou o corpo do piloto nascido em Cracóvia a 300 metros da pista, e as razões da morte ainda são desconhecidas.

Dessa maneira, a tradicional prova de origem europeu-africana somou sua quinta morte desde seu desembarque em terras sul-americanas com os antecedentes do francês Thierry Pascal em 2009, o argentino Jorge Martínez Boero em 2012, o francês Thomas Bourgin em 2013 e o belga Eric Palante no ano passado.

O diretor do Dacar, Ettiene Lavigne, e o diretor de Relações Exteriores, Gregory Murac, lamentaram nesta terça-feira a morte do piloto de motos polonês Michal Hernik durante a disputa da terceira etapa da prova, entre San Juan e Chilecito.

"A organização lamenta o falecimento do piloto Michal Hernik, achado morto nesta tarde no quilômetro 206 junto a sua moto", afirmou o principal responsável pela prova.

"Como não tínhamos notícias de Michal, decidimos começar a buscá-lo. O helicóptero médico o encontrou às 16h03 (horário local). Apesar dos médicos tentarem reanimá-lo, ele já estava sem vida", completou Lavigne.

Já Murac acrescentou que o piloto estava a cerca de 300 metros da pista, sem capacete. A causa da morte será investigada pela Justiça argentina.

"Quero expressar minhas condolências à família, aos parentes e à equipe de Michal", finalizou o diretor de Relações Exteriores.

Tudo o que sabemos sobre:
Rali Dacar

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.