AFP | 03.08.2015
AFP | 03.08.2015

Poluição não atrapalha o evento-teste da vela para Olimpíada

O terceiro dia da Regata Internacional de Vela, que está sendo realizada na Marina da Glória, transcorreu sem sobressaltos. Segundo e último evento-teste da modalidade para a Olimpíada do Rio, em 2016, a competição tem recebido atenção redobrada devido à poluição da água, que por ora não tem atrapalhado as regatas.

Estadão Conteúdo

17 Agosto 2015 | 20h20

No último domingo, um vídeo publicado na internet chamou atenção para o despejo de um líquido escuro próximo ao local onde ocorrem as regatas. Nesta segunda-feira, a Companhia Estadual de Águas e Esgoto (Cedae) informou ter visitado o local e afirmou que o líquido despejado não era esgoto, mas sim água de algum condomínio descartada irregularmente junto com produtos de limpeza.

Enquanto isso, na competição os brasileiros estão tendo desempenho apenas regular nas dez categorias. O melhor resultado até o momento é o de Martine Grael e Kahena Kunze, que estão em terceiro lugar após quatro regatas na classe 49erFX. Na Laser, Robert Scheidt é o sexto após cinco regatas disputadas. Na classe RS:X Patrícia Freitas está em sétimo em sétimo após seis regatas, enquanto Ricardo Santos, o Bimba, é o oitavo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.