Ponte afasta três por exageros em noitada

Os jogadores Leandrinho, André e Edilson foram multados pela Ponte Preta com multa e suspensão por terem exagerado nas comemorações do título do Interior, no sábado. Enquanto o time voltava de Barueri com o troféu, os três atletas se envolveram em um acidente no km 71 da Rodovia dos Bandeirantes. Segundo informações da Polícia Rodoviária, Leandrinho dirigia o carro e bateu contra outros dois veículos. Ainda segundo a Polícia, o jogador agrediu um dos motoristas e se recusou a fazer teste do bafômetro. Após o acidente, por telefone, os atletas entraram em contato com os colegas, que a esta altura já voltavam para Campinas no ônibus do clube. Informada, a delegação fez um desvio para pegar os jogadores no local do acidente. No ônibus, os jogadores foram atendidos pelo médico Roberto Nishimura, que prestou os primeiros socorros e constatou não haver nenhuma lesão mais séria. Foi recomendado aos atletas, então, que, chegando em Campins, voltassem para suas casas para descansar e se recuperar.Para completar o sórdido quadro, porém, os três apareceram no treino de domingo sem condições de participar da atividade, ainda visivelmente afetados pela balada da noite anterior."Não cabe a nós da Ponte Preta definir como alguém vai viver sua vida, mas temos, sim, que punir condutas inadequadas a um jogador que recebe seu salário em dia, tem inúmeros benefícios e compromissos com o clube", disse o diretor de futebol Oscar Sales Bueno Filho, o Dicá, um dos maiores nomes da história do clube.Edilson e André receberam multa de 20% do salário e Leandrinho, afastado por contusão, levou uma advertência. COPA DO BRASILDepois de empate sem gols no jogo de ida, em Campos-RJ, a Ponte Preta enfrenta o Americano hoje, às 21h30, em Campinas, tentando vaga nas quartas de final da Copa do Brasil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.