Ponte festeja ''passo importante'' para a final

Embora pequena, a vantagem que a Ponte Preta conseguiu ao vencer o primeiro jogo das semifinais do Paulista (1 a 0) - pode empatar com o Guaratinguetá no jogo de volta, sábado, na casa do adversário - agradou a Sérgio Guedes. Para o treinador, o resultado significou passo importante para a final, pois obrigará o Guará a buscar o ataque desde o início da partida. O que abre espaço para a Ponte tentar os contra-ataques.''Aconteceu o que nós queríamos: revertemos a vantagem. Isso é muito importante porque o adversário vai ter de sair mais para o jogo e fazer um tipo de jogo a que não está acostumado. Temos de saber jogar contra eles assim'', disse Guedes.O lateral-direito Eduardo Arroz, que marcou o gol da vitória, alerta os companheiros para o fato de que o Guará irá com força para dar o troco das duas derrotas sofridas contra a Ponte no Paulista. ''Eles virão mordidos. Será um jogo muito difícil.'' Mas o jogador acredita que a tradição ponte-pretana sobressairá na disputa. ''É o jogo mais importante de nossas vidas. Tentaremos de todas as formas dar esse primeiro título à torcida'', afirmou.GUARÁ NÃO JOGA A TOALHAApesar de estar em desvantagem, o Guará acredita que pode mudar a história do confronto contra a Ponte. Para o atacante Dinei, a torcida terá papel fundamental. ''Em Campinas, jogamos bem e a bola não entrou. Em Guará, o torcedor vai comparecer, e nós vamos vencer.''

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.