Ponte Preta bate Red Bull Brasil por 3 a 0 e respira na luta contra rebaixamento

Pressionada pela torcida, a Ponte Preta respirou aliviada ao vencer o Red Bull Brasil na noite deste domingo, por 3 a 0, no Estádio Moisés Lucarelli, pela 12.ª rodada do Campeonato Paulista. Apesar do jogo ter sido realizado no Majestoso, o time comandado por Alexandre Gallo atuou como visitante porque o adversário manda suas partidas no mesmo estádio.

Estadão Conteúdo

27 de março de 2016 | 21h18

O Red Bull continua tranquilo na vice-liderança do Grupo D, com 19 pontos, quatro a mais que o Água Santa. Ao encerrar um jejum de dois jogos sem vitória, a Ponte Preta se distanciou da zona de rebaixamento e entrou novamente na briga por uma vaga às quartas de final, assumindo o terceiro lugar do Grupo B, com 16 pontos, dois a menos que os líderes Ituano e Novorizontino.

O primeiro tempo foi dominado pela Ponte Preta, que criou pelo menos quatro boas chances de abrir o placar. Ravanelli arriscou de longe e Saulo espalmou para escanteio. Reinaldo, em chute cruzado, e Wellington Paulista, de cabeça, também assustaram o goleiro adversário.

Já o Red Bull teve apenas uma oportunidade, mas Misael perdeu gol feito ao finalizar para fora. Aos 45 minutos, Ravanelli cobrou falta, a bola passou por todo mundo, quicou no chão e bateu no corpo de Douglas Grolli antes de entrar.

Na etapa final, o Red Bull esboçou uma pressão nos minutos iniciais, mas viu a Ponte Preta ampliar aos 21 minutos. Felipe Azevedo foi puxado por Everton Silva dentro da área e o árbitro assinalou pênalti, convertido por Wellington Paulista. Os dois times desperdiçaram pênaltis na sequência - com Wellington Paulista e Edmilson - e a Ponte fechou o placar aos 50 minutos, com Ravanelli de falta.

O Red Bull vai enfrentar o Novorizontino na próxima quinta-feira, às 20h30, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, enquanto a Ponte Preta tem pela frente o Corinthians na quarta-feira, às 21h45, no Itaquerão, em São Paulo. Os jogos são válidos pela 13.ª rodada.

FICHA TÉCNICA

RED BULL BRASIL 0 X 3 PONTE PRETA

RED BULL BRASIL - Saulo; Everton Silva, Anderson Marques, Diego Sacoman e William Rocha; Nando Carandina, Rafael Costa (Willian Magrão) e Thiago Galhardo (Willie); Igor Sartori, Misael (Arthur Caculé) e Edmílson. Técnico: Maurício Barbieri.

PONTE PRETA - João Carlos; Jeferson, Douglas Grolli, Fábio Ferreira e Reinaldo; Jonas (Renato Augusto), João Vitor e Ravanelli; Taiberson (Nino Paraíba), Felipe Azevedo (Gilson) e Wellington Paulista. Técnico: Alexandre Gallo.

GOLS - Douglas Grolli, aos 45 minutos do primeiro tempo; Wellington Paulista, aos 21, e Ravanelli, aos 50 minutos do segundo.

ÁRBITRO - Luiz Flávio de Oliveira.

CARTÕES AMARELOS - Jonas, Fábio Ferreira e Taiberson (Ponte Preta); William Rocha, Saulo, Igor Sartori e Everton Silva (Red Bull Brasil).

CARTÃO VERMELHO - Everton Silva (Red Bull Brasil).

RENDA - R$ 41.830,00.

PÚBLICO - 2.557 pagantes.

LOCAL - Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.