Popó, em NY, promove luta do dia 3

Vestido com a camisa da seleção brasileira de futebol, o boxeador Acelino Popó Freitas, de 26 anos, participou, nesta terça-feira, em Nova York, em um restaurante da rua Little Brazil, de uma entrevista coletiva promocional para o seu próximo combate, marcado para 3 de agosto, em Phoenix, no Arizona, diante do nigeriano Daniel Attah. O campeão dos superpenas disse que respeita muito seu adversário, mas está confiante em manter o cinturão da Associação Mundial de Boxe (AMB) e da Organização Mundial de Boxe (OMB). Popó não luta desde 12 de janeiro, quando derrotou, por pontos, o cubano Joel Casamayor. O invicto brasileiro soma 31 vitórias,com 29 nocautes. Attah, de 23 anos, também ainda não perdeu como profissional. Ele venceu 20 lutas (oito por nocaute) e empatou uma vez. Attah, que disputou a Olimpíada de Atlanta, é o primeiro colocado no ranking da OMB. Dois outros brasileiros farão parte da noitada que terá Popó x Attah. Valdemir Pereira, o Sertão, lutará seis roundes, enquanto Juliano Ramos terá um desafio de quatro assaltos. Os adversários ainda não foram definidos. Os dois lutadores são treinados por Servílio de Oliveira, medalha de bronze na Olimpíada do México, em 1968. Sertão soma nove vitórias, com oito nocautes. Juliano venceu os sete combate que disputou por nocaute. Amador - O São Paulo Futebol Clube vai reativar o boxe amador. Na sexta-feira, dois diretores do clube, Paulo Eduardo Mutti e Jacobo Albanesi, se reuniram com o presidente da Federação Paulista de Boxe, Newton Campos. O treinador será o lendário Antonio Carollo. O treinamento será no Conjunto Esportivo Constâncio Vaz Guimarães, Ibirapuera.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.