Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Popó inicia despedida dos superpenas

Um vitória, neste sábado, diante de Jorge ?La Hiena? Barrios vai garantir ao boxeador brasileiro Acelino Popó Freitas um lugar especial no cenário internacional do boxe em 2004. Mantendo os cinturões da Organização Mundial de Boxe (OMB) e Associação Mundial de Boxe (AMB), em Miami, o campeão dos superpenas terá agendado para o primeiro semestre do próximo ano um duelo contra o vencedor entre o norte-americano Diego Corrales e o cubano Joel Casamayor, que lutam dia 4 de outubro, em Las Vegas. Na sequência, Popó deverá enfrentar o ganhador entre o tailandês Sirimongkol Singmanassak e o mexicano Jesus Chavez, que se enfrentam dia 15, no Texas. Detalhe: estes dois duelos de Popó serão na categoria dos leves. ?Ano que vem subo de categoria. Ou melhor. Volto a lutar na categoria que iniciei a carreira?, afirmou Popó, que ainda fará uma combate pelos superpenas em dezembro, provavelmente no Brasil. ?Não tenho mais problema em manter o peso dos superpenas, mas acho que poderei me manter forte entre os leves e ainda ter um maior número de grandes desafios.? Antonio Garrido, advogado de Popó, estuda a possibilidade de encarar o australiano Kostya Tszyu, campeão dos meio-médios-ligeiros. A Rede Globo transmite o VT da luta às 0h40 do domingo, após o Criança Esperança. As declarações de Barrios de que Popó Freitas é um ?Papa Fritas? (tolo, em espanhol) não afetaram o brasileiro. ?No ringue se ganha com os punhos, não com as palavras?, afirmou o campeão, de 27 anos, que soma 33 vitórias (30 nocautes). ?Para os fãs que gostam de cerveja (o evento é patrocinado por uma marca de cerveja), aconselho que bebam rapidamente porque a luta vai ser rápida?, disse Popó, que prevê nocaute entre o segundo e o quarto round. Barrios, da mesma idade, venceu 39 vezes (29 por nocaute), perdeu uma e empatou outra. O argentino ocupa o segundo lugar no ranking tanto da AMB como da OMB. O argentino disse que ?mata? Popó no sétimo assalto. A Banner Promotions, empresa que organiza o combate, destaca a rivalidade entre Brasil e Argentina com a intenção de motivar o público de Miami. O duelo está sendo chamado de ?Orgulho Sul-Americano?. Outros quatro brasileiros, todos invictos, participam da noitada no Miami Arena. O meio-pesado Laudelino Barros (16 vitórias, 15 nocautes), encara Fred Moore; o pena Valdemir Pereira (13 nocautes) enfrenta Luis Enrique Adame; Juliano Ramos (11 vitórias, dez nocautes) duela com Rudy Lunsford e Luciano Silva faz sua estréia no profissionalismo contra William Guebara. Na preliminar mais importante, o norte-americano Teddy Reid defende o título norte-americano dos meio-médios frente ao porto-riquenho Elio Ortiz. Os portões do ginásio serão abertos às 18h30 de Brasília e o primeiro combate terá início às 19h30. O duelo Popó x Barrios tem começo previsto para as 23 horas.

Agencia Estado,

08 de agosto de 2003 | 18h16

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.