Kirstin Scholtz/ WSL
Kirstin Scholtz/ WSL

Por coronavírus, Circuito Mundial de Surfe cancela 1ª etapa da temporada

Evento seria disputado em Gold Coast, na Austrália, entre os dias 26 março e 5 de abril

Redação, Estadao Conteudo

12 de março de 2020 | 23h34

Preocupada com a pandemia do coronavírus, a liga que organiza o Circuito Mundial de Surfe anunciou nesta quinta-feira o cancelamento da primeira etapa da temporada, que seria disputada em Gold Coast, na Austrália. A janela de disputas aconteceria entre 26 deste mês e 5 de abril.

A Liga Mundial de Surfe (WSL, na sigla em inglês) alegou que tomou a decisão de cancelar todos os eventos marcados para o mês de março, incluindo das divisões de acesso, com base na declaração de pandemia, feita pela Organização Mundial de Saúde (OMS), e também em decisões e declarações de autoridades de saúde pública de diversos países.

"O coronavírus está tendo consequências maciças nos eventos esportivos e nos eventos que reúnem muita gente, e não será diferente conosco", declarou Erik Logan, CEO da liga. "A saúde e a segurança dos atletas, fãs e funcionários são primordiais para nós. Estamos em contato próximo com todos os atletas e sentimos que esta é a melhor decisão neste momento."

Com a decisão, o brasileiro Italo Ferreira só iniciará a defesa do título mundial na segunda etapa, também em solo australiano, em Bells Beach, entre os dias 8 e 18 de abril. A WSL, contudo, deixou claro que o restante do calendário ainda poderá ser afetado pela pandemia.

"A natureza fluida desta situação está nos forçando a avaliar as coisas dia a dia e até hora a hora. Se a situação continuar a se desenvolver, teremos que continuar a nos adaptar, em busca de tomar a próxima decisão correta todos os dias."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.