Werther Santana/AE - 04/10/2011
Werther Santana/AE - 04/10/2011

Por reforços, São Paulo desvaloriza promessas

Jovens como Casemiro e Henrique viram moeda de troca no Morumbi

BRUNO DEIRO, O Estado de S.Paulo

15 de dezembro de 2011 | 03h07

SÃO PAULO - Na busca por nomes de peso para reforçar o elenco, o São Paulo não hesita em oferecer seus atletas para tentar fechar negócio. Com isso, porém, o clube tem desvalorizado até jogadores que começaram a temporada com status de joia no Morumbi.

Para tentar trazer Nilmar, do Villarreal, e Montillo, do Cruzeiro, o clube ofereceu Henrique e Casemiro. Os dois se destacaram na seleção sub-20 e tiveram contratos renovados com altos salários, mas terminam o ano como moedas de troca. Casemiro teve até multa rescisória estipulada em 50 milhões (cerca de R$ 122 mi) em agosto, no auge de sua valorização.

Já atletas como Jean e Marlos foram colocados à venda, mas ainda não surgiram boas ofertas. Os dois, que foram titulares no primeiro semestre, estão entre os mais desvalorizados no elenco.

Quem terminou a temporada em alta foi Dagoberto, artilheiro do time (22 gols), que tem pré-contrato assinado com o Internacional. A proposta dos gaúchos para tentar levá-lo em janeiro foi recusada pelo São Paulo, que tenta lucrar mais do que os cerca de R$ 500 mil oferecidos.

Ontem, o Tricolor confirmou que fará toda a pré-temporada (entre 4 e 18 de janeiro) no CT de Cotia, atendendo a um pedido do técnico Emerson Leão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.