Por um ponto, Lusa segue fora da elite

Na última rodada, equipe vence o Sport por 2 a 1, no Recife, mas perde vaga para o América-MG, que empata com a Ponte

, O Estado de S.Paulo

28 de novembro de 2010 | 00h00

Esforço não faltou à Portuguesa. A equipe cumpriu a obrigação e conseguiu vencer o Sport por 2 a 1, na Ilha do Retiro, no Recife. Mas, como não dependia apenas de suas forças - o América-MG também fez sua parte ao empatar por 0 a 0 com a Ponte Preta, em Campinas -, a quarta vaga para a Série A do Campeonato Brasileiro ficou com o time mineiro, que terminou a competição com 63 pontos, um a mais do que os paulistas. A Lusa, mais uma vez, teve de amargar o quinto lugar na Série B.

Os gols da Lusa foram marcados por Dodô e Marco Antônio (de falta), no primeiro tempo. Fabrício, também de falta, descontou na segunda etapa para o Sport, que terminou em sexto lugar, com 56. O América-MG obteve dois acessos seguidos no Brasileiro: antes havia conquistado o título da Série C. E voltou à Série A depois de nove anos de ausência. "Foi a vitória da regularidade. O time nunca ficou duas partidas seguidas sem triunfo e desde o início esteve no grupo dos melhores colocados", disse o técnico Mauro Fernandes.

No Recife, como precisava da vitória para seguir sonhando, a Lusa tomou a iniciativa. Logo no primeiro minuto, Marco Antônio obrigou o goleiro Saulo a fazer boa defesa. Quatro minutos depois, o goleiro do Sport impediu que a Lusa abrisse o placar em finalização de Dodô. Mas aos 17 não teve jeito. O chute de Dodô saiu colocado, no canto esquerdo: 1 a 0. A Portuguesa seguiu no ataque. No final do primeiro tempo, a persistência foi premiada. Marco Antônio cobrou falta com perfeição e ampliou. Na segunda etapa, Fabrício descontou para o Sport.

Rebaixamento. Na última rodada da Série B houve também muitas emoções na parte inferior da tabela. O Vila Nova escapou da queda nos últimos minutos ao vencer o São Caetano por 2 a 1, em casa. Max Pardalzinho fez o gol que salvou a equipe goiana. O Brasiliense terminou com 46 ao lado do Vila Nova, mas foi superado no número de vitórias: a equipe perdia do América-RN, mas virou para 2 a 1 no 2.º tempo e, por alguns minutos, ficou à frente do Vila Nova. Porém, o time de Brasília e a equipe potiguar caíram para a Série C, junto com Santo André e Ipatinga. Outros jogos: Coritiba 2 x 3 Guaratinguetá, Bragantino 2 x 0 Bahia, Figueirense 4 x 2 Paraná e Ipatinga 2 x 2 Icasa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.