JEAN-SEBASTIEN EVRARD|AFP
JEAN-SEBASTIEN EVRARD|AFP

Porsche vence as 24h de Le Mans após 'desastre' na Toyota

Carro japonês liderava, mas quebrou faltando pouco para o final

Estadão Conteúdo

19 de junho de 2016 | 15h40

A Toyota caminhava para sua primeira vitória nas 24 Horas de Le Mans. Mas a menos de duas voltas do final, de um total de 400, Kazuki Nakajima teve problemas e seu carro de número 5 quebrou. A Porsche, dos pilotos Neel Jani, Romain Dumas e Marc Lieb, se aproveitou para cruzar a bandeirada em primeiro lugar. Foi a 18ª vitória da montadora alemã no autódromo La Sarthe, a segunda consecutiva.

Nakajima, que formou equipe com Anthony Davidson e Sebastien Buemi, ainda conseguiu fazer o carro voltar a funcionar e cruzou a linha de chegada em segundo lugar. A direção de prova, no entanto, desclassificou o carro, pois a volta final tinha que ter sido completada até seis minutos após o vencedor. O japonês demorou cerca de 11 minutos.

O segundo lugar ficou com outro carro da Toyota, comandado por Stéphane Sarrazin, Kamui Kobayashi e Mike Conway. O pódio foi completado pela Audi, que contou com a participação do brasileiro Lucas di Grassi, que formou um trio com Oliver Jarvis e Loïc Duval.

Outro brasileiro também disputou a LMP1, principal prova em Le Mans. Nelsinho Piquet formou uma equipe com Nicolas Prost e Nick Heidfeld. O trio enfrentou diversos problemas pilotando um carro da Rebellion Racing e terminou em 29º. No entanto, garantiu a vitória entre as equipes independentes.

Na classe LMP2, quem faturou a prova foi Signatech Alpine, com Nicolas Lapierre, Stéphane Richelmi e Gustavo Menezes, piloto norte-americano, filho de brasileiros. A prova contou com outros brasileiros: Ozz Negri ficou em nono, Bruno Senna, em décimo, e Pipo Derani, o 16º.

Na categoria GT Pro, voltado a modelos de rua preparados para competição e não protótipos, a Ford foi a vencedora, com Sébastien Bourdais, Dirk Müller e Joey Hand. A marca retornou à competição em parceria com a Ganassi para celebrar os 50 anos de sua primeira vitória em Le Mans. Único brasileiro nesta classe, Fernando Rees, ficou em sexto, com a Aston Martin.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.