Porto Rico faz 11 a 1 e complica os EUA no World Baseball

Reuters

15 de março de 2009 | 15h05

Lynne Sladky/AP

Ramon Vazquez (direita), anota mais uma corrida para Porto Rico, antes da chegada de Carlos Beltran

MIAMI - Carlos Beltran e Felipe Lopez ajudaram Porto Rico neste sábado a ganhar dos Estados Unidos por 11 a 1 na segunda rodada do World Baseball Classic.

A equipe porto-riquenha conseguiu seis corridas em apenas dois innings antes que o jogo terminasse após sete entradas pela regra de misericórdia do beisebol.

Os Etados Unidos terminaram em oitavo no primeiro Classic, em 2006, mas desta vez eram considerados como um possível candidato e agora deve enfrentar a Holanda em uma partida eliminatória neste Domingo. O perdedor estará fora do torneio.

"Vergonha é a única palavra que me vem à cabeça. É inaceitável", disse o jogador norte-americano Adam Dunn aos jornalistas.

Porto Rico conseguiu a vantagem de 6 a 0 após duas entradas e logo que as equipes mudaram de ataque no quinto inning marcaram quatro corridas, com mais uma ao final da sétima, para encerrar o jogo.

"É algo muito grandioso ganhar dos Estados Unidos desta maneira, derrotá-los em sente entrada e ganhar por dez", disse o catcher porto-riquenho Ivan Rodriguez.

No outro jogo do sábado, a Venezuela ganhou por 3 a 1 da Holanda. Agora, a Venezuela vai enfrentar o Porto Rico por uma vitória para se garantir nas semifinais da semana que vem, que acontecerão em Los Angeles.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.