Portugal está em estado de alerta máximo

A seleção portuguesa está em estado de atenção máxima para a partida da noite de quarta-feira contra a Espanha pelas semifinais da Euro 2012, na Donbass Arena, em Donetsk. A razão disso é a informação de que o adversário nunca perdeu os jogos de semifinais (quatro) que disputou, seja em Campeonatos Europeus, seja em Mundiais.

OPALENICA, POLÔNIA, O Estado de S.Paulo

25 de junho de 2012 | 03h08

Mas, em contrapartida, os portugueses encontram um motivo para otimismo: Portugal e Espanha estão rigorosamente empatados nas três partidas que disputaram em fases finais das grandes competições do futebol. Na Euro 1984, na França, empate por 1 a 1. Na Euro 2004, em Portugal, o time luso, então dirigido por Luiz Felipe Scolari, venceu por 1 a 0. No Mundial de 2010, pelas oitavas, os espanhóis deram o troco: 1 a 0.

Agora Portugal espera vencer o temível adversário para repetir o feito de 2004, quando foi à final da Euro daquele ano. E para chegar ao triunfo, o técnico Paulo Bento conta com a alta qualidade técnica de Cristiano Ronaldo e com o bom sistema defensivo do time. "Cristiano Ronaldo é nossa bandeira, não há dúvida, mas nossa equipe vale pelo coletivo. É ele que nos conduz às vitórias", afirmou o confiante zagueiro Ricardo Costa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.