Portugal investigará velejadora brasileira por abandonar Jogos

Carolina Borges, de 33 anos, comunicou por e-mail a desistência em participar da competição olímpica em Londres

Reuters

31 de julho de 2012 | 16h32

LISBOA - Portugal cancelou nesta terça-feira as credenciais olímpicas da velejadora Carolina Borges, da classe RS-X, depois que ela surpreendeu a chefia da delegação com um e-mail dizendo que não iria competir.

"Recebi um e-mail da atleta nesta manhã me dizendo que ela não iria participar do campeonato por motivos pessoais e médicos... foi um grande choque", disse Mario Santos, chefe da missão portuguesa, aos jornalistas.

Brasileira de nascimento, Carolina, de 33 anos, representou o Brasil na Olimpíada de Atenas-2004, mas mais tarde se juntou ao time de Portugal. Ela estava escalada para começar a competir em Weymouth na terça. Santos disse que tentou contatar Carolina e sua família por telefone repetidamente sem sucesso.

"Dada essa atitude e apesar das razões apresentadas, entendemos que este não é o procedimento correto. Assim sendo, decidimos cancelar suas credenciais e iremos investigar as razões por trás disso", disse Santos. "Temos uma equipe médica, não podemos aceitar este tipo de decisão individual".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.