Portuguesa sofre punição e jogará sem torcida no Canindé na Copa do Brasil

Se não bastasse o placar desfavorável, a Portuguesa também não poderá contar com a sua torcida no confronto de volta contra o Parnahyba-PI, pela primeira fase da Copa do Brasil. Isso porque a CBF puniu o clube paulistano com um jogo de portões fechados no Canindé.

Estadão Conteúdo

15 de abril de 2016 | 19h52

O confronto está marcado para o dia 26, às 21h30, e o elenco do técnico Anderson Beraldo precisa reverter a vantagem de 2 a 1 do adversário. Caso repita o placar do primeiro jogo da Copa do Brasil, a decisão sairá da disputa de pênaltis.

A penalidade é pela confusão com o Vila Nova-GO nas quartas de final da Série C do Campeonato Brasileiro do ano passado, também no estádio paulista. De acordo com os relatos do árbitro Péricles Bassols, que apitou a vitória por 2 a 1 dos goianos, alguns torcedores, que não foram identificados, aproveitaram o intervalo do jogo para apedrejar o vestiário visitante.

Sem torcida, a Portuguesa precisa vencer pelo placar mínimo para garantir uma vaga na próxima fase. O time vem de uma desclassificação precoce no Campeonato Paulista da Série A2 e vive intertemporada para novamente disputar a Série C.

Tudo o que sabemos sobre:
PortuguesaCopa do BrasilCBFCanindé

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.