Márcia Feitosa/Vipcomm
Márcia Feitosa/Vipcomm

Poucas opções no final da janela

Vários clubes ainda se movimentam para trazer reforços no último dia de inscrições de jogadores do mercado nacional

GONÇALO JUNIOR / COLABORARAM JÚLIO NASCIMENTO E ISABELA CONSTANCE, O Estado de S.Paulo

21 de setembro de 2012 | 03h05

Hoje, no último dia de transferências no futebol brasileiro, ainda é possível formar uma seleção com os jogadores que não completaram sete jogos e, teoricamente, podem trocar de clube até o fim do expediente da CBF.

O esquema seria o 3-4-3. O goleiro é Júlio César; na defesa, os zagueiros Rodolfo (Vasco), Roman (Palmeiras) e Renato Silva (Vasco); no meio, Wendel (Ponte Preta), Lodeiro (Botafogo), Thiago Feltri (Atlético-MG) e Adrianinho (Ponte); na frente, os atacantes Neto Berola (Atlético-MG), Guerrero (Corinthians) e Liedson (Flamengo). Depois da ida de Ganso para o São Paulo, esses são alguns que ainda podem despertar interesse.

Obviamente, não se trata de uma seleção de primeira linha, já que esses jogadores foram preteridos por motivos técnicos ou de contusão. Mesmo assim, as negociações estão em curso. Ontem, a Ponte Preta oficializou a volta do meia Adrianinho e a chegada de Wendel, ex-Palmeiras.

O Flamengo contratou nessa semana o meia Cléber Santana e o zagueiro Renato Santos, do Avaí, e ainda corre atrás de um meia. Por causa dessa negociação, o rubro-negro Negueba vai jogar no São Paulo em 2013 (Cléber ainda tem contrato com o São Paulo). E o atacante Jobson deve voltar - mais uma vez - ao Botafogo.

O Palmeiras, na zona de descenso, procura um lateral-direito e poderia consultar o Bahia, equipe que possui 38 jogadores em seu elenco. Do total, 15 ainda não completaram o sétimo jogo e, portanto, estão disponíveis.

Os líderes Fluminense, Atlético-MG e Grêmio descartaram novas contratações. "O grupo está fechado", disse o presidente do Grêmio, Paulo Pelaipe.

O fato de vários jogadores terem feito menos de sete partidas não significa que estejam em disponibilidade. Quem se interessar por Neto Berola, do Atlético-MG, por exemplo, terá dificuldades para contratar o atacante, que ficou mais de três meses contundido, mas está voltando a ser decisivo para o time mineiro.

Plano B. A Série B - na qual o Palmeiras garimpou Tiago Real, que estava no Joinville - também oferece opções razoáveis. O líder Vitória tem seis jogadores disponíveis, entre eles, o atacante Marco Aurélio, que atuou duas temporadas no futebol português. O Goiás tem o atacante Richelly e o lateral Bruno Colaço. O desafio para os clubes grandes seria fazer uma proposta capaz de tirá-los de suas equipes.

Jogadores com menos de sete partidas - Série A - Principais clubes

Corinthians

Guerrero (atacante)

Geovanni (atacante)

Guilherme Almeida (volante)

Júlio César (goleiro)

Felipe (zagueiro)

Antônio Carlos (zagueiro)

Dener (zagueiro)

Anderson Polga (zagueiro)

Chiquinho (lateral)

Palmeiras

Roman (zagueiro)

Tiago Real (meia)

São Paulo

Wellington (volante)

João Schmidt (zagueiro)

Santos

Edu Dracena (zagueiro)

Fucile (lateral)

Paulo Henrique (lateral)

Ponte Preta

Roberto (goleiro)

Lauro (goleiro)

Gustavo (zagueiro)

Cleber (zagueiro)

Lucas (volante)

Xaves (volante)

Bruno Sabino (meia)

Enrico (meia)

Tony (meia)

Giancarlo (atacante)

Portuguesa

Glédson (goleiro)

Ivan (lateral)

Diego Augusto (zagueiro)

Willian Xavier

Michael

Diguinho (meia)

Bruninho (volante)

Ailton (volante)

Raí (lateral)

Atlético-MG

Renan Ribeiro (goleiro)

Luiz Eduardo (zagueiro)

Triguinho (lateral)

Carlos César (lateral)

Michel (lateral)

Fillipe Souto (meia)

Leleu (meia)

Juninho (atacante)

Paulo Henrique (atacante)

Neto Berola (atacante)

Cruzeiro

Rafael (goleiro)

Alex Silva (zagueiro)

Diego Arias (volante)

Elber (meia)

Flamengo

Camacho (meia)

Frauches (zagueiro)

Liedson (atacante)

Nixon (atacante)

Botafogo

Renan (goleiro)

Milton (goleiro)

Lima (lateral)

Lodeiro (meia)

Willian (atacante)

Amaral (volante)

Sassa (atacante)

Rodrigo Dantas (volante)

Jeferson (meia)

Vasco

Renato Silva (zagueiro)

Fabrício (zagueiro)

Jomar (zagueiro)

Dieyson (lateral)

Rodolfo (zagueiro)

Renato Silva (zagueiro)

Chaparro (meia)

Thiago Feltri (meia)

Diego Rosa (volante)

Fluminense

Carleto (lateral)

Digão (zagueiro)

Berna (goleiro)

Michael (lateral)

Valencia (meia)

Higor (meia)

Internacional

Agenor - goleiro

Alisson Becker - goleiro

Renan - goleiro

Edson Ratinho - lateral direito

Dalton - zagueiro

Juan - zagueiro

Jackson - zagueiro

Romário - zagueiro

Bolatti - volante

Lucas Lima - meia

João Paulo - meia

Otavio - meia

Cassiano - meia

Zé Mário - volante

Grêmio

Busatto - goleiro

Matheus - goleiro

Pablo - zagueiro

Fábio Aurélio - lateral esquerdo 

Júlio César - lateral esquerdo

Gabriel - lateral direito

Douglas Grolli - zagueiro

Saimon - zagueiro

Bertoglio - meia

Felipe Guedes - volante

Felipe Nunes - meia

Fernando - volante

Wangler - meia

Gabriel (lateral)

Fabio Aurélio (lateral)

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolCBF

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.