Powell e Gay vão ao Mundial nos 100m; Blake fica fora

A noite de sexta-feira teve alguns dos homens mais rápidos do mundo brigando por vagas no Mundial de Pequim (China), que vai acontecer em agosto. Em Eugene, nos Estados Unidos, Tyson Gay foi o vencedor do Campeonato Norte-Americano nos 100m. Já Asafa Powell venceu a seletiva jamaicana, em Kingston. Ambos não foram ao Mundial de 2013, em Moscou (Rússia), porque estavam suspensos por doping.

Estadão Conteúdo

27 de junho de 2015 | 10h05

Usain Bolt até estava inscrito para participar dos 100m em Kingston, mas foi retirado da prova horas antes da bateria de quartas de final, quinta-feira. Como atual campeão mundial, tem classificação assegurada a Pequim. O mesmo vale para Justin Gatlin, que venceu a Diamond League do ano passado.

A prova de Eugene foi mais fraca do que a de Kingston. Tyson Gay ganhou com 9s87, seguido do júnior Trayvon Bromell (9s96) e de Michael Rodgers (9s97). Os três se classificaram para o Mundial. Bromell, de 19 anos, fez 9s84 na fase eliminatória e se tornou o quarto norte-americano mais rápido de todos os tempos, empatado no décimo lugar do ranking histórico.

Bromell chegou a correr a semifinal em incríveis 9s76, o equivalente à sexta melhor marca de todos os tempos, mas o resultado não foi homologado porque o vento estava acima do permitido. Sempre contando com auxílio do vento, 10 norte-americanos correram abaixo dos 10s nas semifinais.

Já em Kingston, a semifinal teve uma surpresa porque Yohan Blake, campeão mundial de 2011 (ano em que Bolt queimou largada), sequer avançou para a final. Com 10s36, fez só o nono tempo. Na final, foram quatro sub10, com destaque para Powell, que venceu com 9s84. Também vão ao Mundial Nickel Ashmeade (9s91) e Kemar Bailey-Cole (9s97).

OUTRAS PROVAS - Entre as mulheres, Tori Bowie venceu com 10s81 e se igualou momentaneamente a Shelly-Ann Fraser-Pryce como melhor do ano. A jamaicana, entretanto, desempatou a disputa pouco depois, vencendo em Kingston com 10s79. A atual campeã olímpica fez o único sub11 do campeonato jamaicano, enquanto seis norte-americanas correram na casa dos 10 segundos.

Campeã mundial dos 100m em 2011, Carmelita Jeter, de 35 anos, foi só a sétima colocada em Eugene e não se classificou a Pequim. Além de Bowie, vão ao Mundial English Gardner e Jasmine Todd. Outra que falhou na tentativa de ir à China foi a campeã olímpica dos 400m, Sanya Richards-Ross.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.