Power confirma o domínio da Penske

Power confirma o domínio da Penske

Australiano vence pela segunda vez no ano, em São Petersburgo, e time comprova que dá as cartas em pistas mistas

Milton Pazzi Jr., O Estadao de S.Paulo

30 de março de 2010 | 00h00

O australiano Will Power venceu a etapa de São Petersburgo da Fórmula Indy, nos Estados Unidos, em dia de domínio da Penske. Com o segundo triunfo na temporada, em duas corridas - ganhou em São Paulo -, já soma 103 pontos na classificação. Atrás deles, com 59, estão empatados o inglês Justin Wilson (Dreyer&Reinbold), intruso no pódio ontem com a segunda colocação, o americano Ryan Hunter-Reay, da Andretti, e o escocês Dario Franchitti, da Chip Ganassi.

"É simplesmente incrível. É meu primeiro ano na equipe e nós estamos aptos a vencer o campeonato"", vibrou Power.

Com o também australiano Ryan Briscoe em terceiro e o brasileiro Hélio Castroneves em quarto, a Penske reforça o domínio em circuitos mistos. Os outros brasileiros ficaram em posições intermediárias: Raphael Matos (Luczo Dragon) foi o oitavo, Tony Kanaan (Andretti), o décimo, Mario Romancini (Conquest), o 13.º, e Vitor Meira, o 15.º. Bia Figueiredo não correu por falta de patrocínio.

A corrida, disputada ontem por causa da tempestade na cidade no domingo, teve muitas alternativas de liderança em sua pista ainda úmida. Oito pilotos se revezaram na ponta.

O pior acidente ocorreu na volta 47, quando o inglês Dan Wheldon acelerava na reta e seu Panther quebrou a suspensão. Ele perdeu o controle e atingiu o brasileiro Mario Moraes (KV), na entrada da curva 1. O impacto espalhou destroços pela pista. Os pilotos não se machucaram.

A próxima etapa será no Alabama, em 11 de abril, também em circuito misto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.