?Preciso do Keirrison para ganhar o bicho?

Melhor em campo, Diego Souza brinca com artilheiro, que se abateu ao perder seis chances

, O Estadao de S.Paulo

14 de março de 2009 | 00h00

O abatimento do atacante Keirrison, após perder seis grandes oportunidades no jogo de ontem, diante do Barueri, preocupou o meia Diego Souza. "Ele não pode ficar daquele jeito. Preciso dele muito motivado para fazer os gols e garantir os prêmios extras por vitória", brincou o camisa 7 palmeirense após a vitória por 3 a 0.Melhor jogador em campo na opinião dos 13 mil torcedores que estiveram no Palestra Itália, Diego Souza afirmou que sentiu durante o jogo que precisa ajudar o companheiro. "Minha função na equipe é essa: fazer com que meus atacantes tenham condições de fazer o gol. Por isso, fiquei muito feliz quando o Keirrison, que é um dos melhores atacante do País, abriu o placar." Foi de Diego Souza o segundo gol do Palmeiras. Aí foi a vez dele retribuir os agradecimentos. "A jogada foi toda do Lenny, que trabalhou de forma maravilhosa pelo lado direito. Só tive o trabalho de empurrar para o gol", disse o jogador, que saiu ovacionado pela torcida, ao ser substituído. "O time está crescendo na hora certa e muita gente está atingindo a melhor forma, o que é importante para a equipe."O técnico Vanderlei Luxemburgo afirmou que em nenhum momento duvidou do poder de definição de Keirrison. "Nós sabemos que ele vai chutar muito e errar, mas a qualquer momento irá definir o jogo a nosso favor. E foi o que aconteceu."Luxemburgo fez uma análise das qualidades de seu atleta, que lidera a artilharia do Campeonato Paulista, com dez gols marcados, em 13 rodadas. "Ele é muito frio na hora da finalização. Sabe como tirar a bola do goleiro em uma fração de segundos", disse o treinador.O goleiro Bruno preferiu destacar o comportamento da equipe. "Tivemos paciência e calma para buscar o resultado, mesmo após termos perdido muitas chances."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.