Estadão
Estadão

Prefeito vê Salvador sem preparo para sediar torneio

ACM Neto diz que cidade não aderiu ao 'cardápio de obrigações' da Fifa

TIAGO DÉCIMO, Agência Estado

21 de junho de 2013 | 18h29

SALVADOR - O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), deu uma declaração polêmica nesta sexta-feira ao comentar a violência registrada na manifestação ocorrida na capital baiana, na quinta-feira.

De acordo com ele, a cidade "não estava preparada" para receber jogos da Copa das Confederações - ao todo, Salvador receberá três partidas do torneio. "Não só a Copa das Confederações, mas qualquer evento desse porte", avalia. "Salvador não se organizou."

Segundo o prefeito, a cidade também não aderiu ao que chamou de "cardápio de obrigações" da Fifa para a realização da competição. "A Prefeitura recebeu um cardápio de obrigações, cujos montantes comprometeriam o orçamento do município - só no plano de mobilidade, teríamos que gastar mais de R$ 170 milhões", afirmou.

"Nós enxugamos tudo, estamos gastando apenas o essencial, porque a cidade passa por um momento difícil, de falta de dinheiro."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.