Preparador evita prever retorno de Fred ao Fluminense contra o Flamengo

Após empatar por 1 a 1 com o Botafogo no último domingo, o Fluminense iniciou, nesta segunda-feira, mais uma semana com a situação do seu principal jogador indefinida. Fred está recuperado de uma lesão na coxa esquerda, mas mesmo assim não tem presença garantida no duelo do próximo domingo com o Flamengo, no Pacaembu, pela segunda rodada da Taça Guanabara.

Agência Estado, Estadão Conteúdo

14 de março de 2016 | 17h44

Fred se contundiu em 24 de fevereiro e ainda realiza trabalhos de transição, de preparação física, para ficar à disposição do técnico Levir Culpi. Nesta segunda-feira, ele faz trabalhos a parte, sob supervisão dos preparadores físicos, e não terá descanso na terça, ao contrário do restante do elenco.

De acordo com o preparador Rodolfo Mehl, ainda não é possível saber se Fred terá condições de reforçar o time no Fla-Flu. "O Fred está na transição para a preparação física após ser liberado pelo departamento médico do clube. Ele não terá folga amanhã (terça-feira), vai treinar. Vamos ver como ele vai sentir os trabalhos durante a semana e avaliar se estará à disposição para o fim de semana", afirmou.

A terça-feira será de descanso para o elenco do Fluminense. Rodolfo Mehl explicou o método de dar folga no segundo dia após uma partida, ao contrário do que é tradicional. Ele e Levir já haviam adotado esse tipo de ação na última passagem pelo Atlético Mineiro, entre 2014 e 2015.

"O cansaço do jogador vai vir amanhã. Dentro do possível, quando haver jogo no domingo, vamos fazer essa metodologia. Trabalha na segunda, folga na terça, no dia em que teria o maior desgaste. Aprendemos isso no Japão, decidimos mudar aqui, assim como já tínhamos feito no Atlético-MG. O índice de fadiga é muito grande na terça. Isso dá um retorno muito bom. O risco de ter lesão é muito menor. Na quarta, o grupo chegará totalmente recuperado e poderemos fazer um trabalho melhor", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.