Nilton Fukuda/AE
Nilton Fukuda/AE

Preparador físico do Palmeiras pede cautela com o retorno de Valdivia

Recuperado da lesão na coxa, meia voltou a treinar, mas ainda é dúvida no clássico com o São Paulo

DANIEL AKSTEIN BATISTA, O Estado de S.Paulo

21 de fevereiro de 2012 | 03h04

SÃO PAULO - Após duas semanas longe dos gramados, o meia Valdivia voltou a treinar em campo na tarde de ontem, mas ainda é dúvida para a partida contra o São Paulo, domingo, em Presidente Prudente.

Se evoluir bem durante a semana, ele deverá ser relacionado por Luiz Felipe Scolari para o clássico, mas por enquanto todos pregam cautela.

Valdivia teve uma lesão no músculo posterior da coxa direita no desafio contra o Santos, no dia 5. Liberado do departamento médico, ele agora começou os trabalhos com os preparadores físicos do clube.

Ontem, por exemplo, Valdivia correu em volta dos campos da Academia por cerca de 45 minutos, alternando com um circuito de exercícios no gramado. Para o preparado físico Anselmo Sbragia, ainda é muito cedo para confirmar - ou descartar - a presença do chileno no domingo. Certo mesmo é que ele não enfrenta o Oeste na quinta-feira, no Pacaembu.

"O importante é que ele volte bem. Não é porque é um clássico que vamos acelerar o processo de sua recuperação. Não vamos pular etapas", afirmou.

A preocupação com Valdivia é grande. De acordo com Sbragia, o atleta ainda não tinha alcançado o seu nível de excelência física quando sofreu a lesão. "Qualquer jogador, em uma semana fora, já tem uma queda principalmente na força", explicou. "E pelo histórico do jogador temos de ter um cuidado maior ainda", contou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.