Presidente da Confederação de Hipismo é reeleito

O presidente da Confederação Brasileira de Hipismo (CBH), Luiz Roberto Giugni, foi reeleito nesta sexta-feira para mais quatro anos de mandato, ficando no cargo até os Jogos Olímpicos do Rio, em 2016. O dirigente está à frente da confederação desde 2009 e não teve adversários no pleito realizado no Rio.

AE, Agência Estado

30 de novembro de 2012 | 17h21

"Fico muito contente de ter muita gente confiando no nosso trabalho, isso me motivou a continuar. Terminar o mandato com todo mundo unido é a grande conquista da nossa gestão. Durante os últimos quatro anos nós promovemos a união e restabelecemos a inclusão de todas as federações que tinham problemas. Hoje nós temos uma unidade no hipismo nacional, o que é muito bom para o esporte", comentou Giugni.

Depois de voltar de Londres sem medalhas, o hipismo do Brasil tenta se reerguer visando os Jogos do Rio. No caminho, os Jogos Equestres Mundiais da Normandia (França), em 2014 e os Jogos Pan-Americanos de Toronto (Canadá).

"Nossos projetos para o próximo ciclo olímpicos são os melhores possíveis. Vamos usara oportunidade de ter o alto rendimento chamando a atenção para trabalhar o esporte como um todo, principalmente as categorias de base. Queremos que o hipismo seja mais conhecido e mais popularizado e pretendemos fazer isso através dos nossos grandes cavaleiros, que são nosso grande carro chefe", completou Luiz Roberto.

Tudo o que sabemos sobre:
hipismoRio2016

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.