Presidente do COI promete uma 'grande' Olimpíada em Londres

Londres tem tudo para realizar "grandes Jogos", e nem o mau tempo nem os transtornos de última hora irão impedir isso, disse na sexta-feira o presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Jacques Rogge, desembarcando na capital britânica a uma semana do início do evento.

Reuters

20 de julho de 2012 | 20h21

Entre 27 de julho e 12 de agosto, Londres se tornará a primeira cidade a realizar três edições dos Jogos Olímpicos (depois de 1908 e 48). A reta final dos preparativos tem sido marcada por problemas na contração de seguranças, ameaças de greve e travessuras do verão britânico. "Acredito que serão grandes Jogos", disse o sorridente Rogge à Reuters no hotel oficial do COI, no centro de Londres.

Essa é a última Olimpíada do cirurgião belga como presidente do COI, já que seu mandato termina no ano que vem.

Ele disse que os organizadores prepararam os alicerces para uma grande Olimpíada. "Espero o máximo, porque organizamos os Jogos para o bem-estar dos atletas. Estou confiante", afirmou. "Os preparativos, a despeito de algumas dificuldades, têm sido muito sólidos. Todas as bases foram cobertas, então estou muito otimista. Este é o país que inventou o esporte moderno (...), eles adoram esportes e é uma boa promoção para os esportes no exterior."

Rogge também minimizou os efeitos do clima chuvoso sobre as competições, dizendo que esse não é um problema grave.

(Reportagem de Karolos Grohmann)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.