Lucas Uebel / Grêmio FBPA
Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Presidente do Grêmio vê possível Gre-Nal na Libertadores 'com preocupação'

Rivais podem se enfrentar caso o time colorado passe pelas fases iniciais

Redação, O Estado de S.Paulo

18 de dezembro de 2019 | 16h58

O presidente do Grêmio, Romildo Bolzan, admitiu certa preocupação diante da possibilidade de encarar o Internacional na fase de grupos da próxima Copa Libertadores. Os grupos da competição foram sorteados na noite de terça-feira, no Paraguai.

O Grêmio entrou no Grupo E, ao lado de Universidad Católica-CHI, América de Cali-COL e de um quarto integrante, ainda a ser definido. Este clube pode ser o Inter, que precisará passar por duas fases eliminatórias para entrar na fase de grupos. A equipe colorada estreará na fase preliminar contra o representante de número 4 do Chile, ainda indefinido.

Se o Inter avançar, os dois times vão protagonizar o primeiro Gre-Nal da história na Libertadores. "Vejo isso com preocupação. Porque clássico é clássico, os grupos estão se reorganizando para o ano que vem. O Grêmio deve continuar com o seu treinador. E o Inter terá novo treinador e possivelmente um grupo mais remontado. Em um clássico, quem ganha sai muito contemplado, fico tudo muito agradável. Mas, para quem perde no Rio Grande do Sul, tudo fica mais difícil", ponderou Bolzan, em entrevista ao canal Fox Sports.

Questionado sobre o futuro de Renato Gaúcho no clube, o presidente disse que o acordo de renovação está perto de ser concretizado. "Estamos muito próximos de finalizar. Temos reunião nesta semana, mas as diferenças não são grandes, é uma questão de métodos, os valores no final... Momentos como esse são delicados. É muito ruim ficar com ruído, com alguma diferença, com alguma situação mal resolvida."

Já o presidente do Inter, Marcelo Medeiros, tentou evitar falar do arquirrival num eventual confronto na Libertadores. "Se der tudo certo contra os chilenos, nós teremos mais uma fase. E, se der mais certo ainda, vamos cair na chave do Grêmio. Faz parte, o Inter tem esse confronto com o Grêmio faz cem anos. Numa Libertadores será a primeira vez, mas vamos com calma. Vamos cumprir nossas obrigações primeiro e pensar etapa por etapa", declarou o dirigente colorado.

Para Entender

Mercado da Bola

Veja as principais negociações do futebol brasileiro. Clubes se movimentam para tentar se reforçar visando a próxima temporada

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.