David Oliveira/ GuaraniPress
David Oliveira/ GuaraniPress

Presidente do Guarani defende o técnico Thiago Carpini, mas cobra resultados

Ricardo Miguel Moisés deixou claro que confia no trabalho realizado pelo treinador

Redação, Estadao Conteudo

26 de agosto de 2020 | 17h27

Apontado por alguns torcedores como o culpado pelo início ruim do Guarani no Campeonato Brasileiro da Série B, o técnico Thiago Carpini foi defendido pelo presidente Ricardo Miguel Moisés em entrevista coletiva por videoconferência realizada nesta quarta-feira.

O mandatário deixou claro que confia no trabalho realizado por Thiago Carpini, que na última terça-feira completou um ano à frente do Guarani, mas lembrou que futebol é feito de resultados. "O Carpini tem total respaldo da diretoria, que confia e acredita no trabalho dele. A continuidade não depende de um jogo, não é isso que o Conselho de Administração pensa. Mas o resultado tem que vir, o futebol depende de resultados", afirmou.

Thiago Carpini assumiu quando o Guarani estava virtualmente rebaixado na Série B do ano passado e conseguiu uma reação incrível, livrando o time da queda à terceira divisão nacional. Em 2020, vinha realizando um grande Campeonato Paulista até a paralisação por conta da pandemia do novo coronavírus.

Na retomada do futebol, o time teve uma queda de produção, ficou de fora das quartas de final do Paulistão e não conquistou o Troféu do Interior. Na Série B do Brasileiro, são quatro derrotas e uma vitória.

O início ruim colocou o Guarani na beira da zona de rebaixamento, em 16.º lugar. Pressionado, o time vai buscar a reabilitação nesta sexta-feira contra o Náutico, às 21h30, no estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas (SP), pela sexta rodada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.