Presidente do Sport é ouvido pelo STJD

Em depoimento concedido a Miguel Cançado, auditor do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) em Goiás, o presidente do Sport, Luciano Bivar, reafirmou que contratou apenas um lobista para tentar levar a imagem do volante Leomar a outros centros do País. Ele negou com veemência que tenha oferecido dinheiro para que o jogador fosse convocado pela seleção brasileira em 2001.

O Estado de S.Paulo

20 de março de 2013 | 02h08

Amanhã, na sede do STJD, no Rio, Emerson Leão, técnico da seleção em 2001, e Antonio Lopes, que era o coordenador da equipe, vão ser ouvidos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.