CBDA/Divulgação
CBDA/Divulgação

Presidente é destituído, e Luiz Fernando Coelho assume comando da CBDA

Decisão foi tomada nesta segunda-feira, em Assembleia Geral Extraordinária

Redação, O Estado de S.Paulo

17 de setembro de 2019 | 00h46

Luiz Fernando Coelho é o novo presidente da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos. Ele assume o lugar de Miguel Carlos Cagnoni, destituído em Assembleia Geral Extraordinária, realizada nesta segunda-feira, na sede da Federação Aquática do Rio.

A assembleia, convocada por 1/5 dos associados, reuniu dez presidentes de federações estaduais (MT, BA, SP, PA, PE, RJ, RO, RS, AC e TO), e a Comissão Nacional de Atletas. Além deles, o observador internacional da Fina e presidente da Consanat, Juan Orihuela, esteve presente.

A presidência da assembleia colocou em votação as contas do primeiro semestre da CBDA. Depois, os presidentes deliberaram sobre a destituição de Miguel Carlos Cagnoni e reconheceram a autoridade de Luiz Fernando Coelho, que deveria ascender ao posto de presidente da CBDA.

"A realidade todos já sabem. A CBDA vive em uma situação muito complicada. Não vai faltar empenho. Temos essa missão de resgatar a instituição e precisamos das federações para recuperar a credibilidade da entidade. Nós precisamos pagar nossas dívidas, funcionários e credores e arbitragem. Nosso primeiro impacto a ser desvendado e ser restabelecido na confederação", falou o novo presidente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.