Presidente obtém empréstimo para parcela de Wesley

Wesley fez exames médicos ontem à tarde e está perto de finalmente ser anunciado como reforço do Palmeiras - o prazo para inscrição de jogadores no Campeonato Paulista termina segunda-feira. "Mesmo sem ainda termos um investidor para nos ajudar vamos inscrevê-lo para ganhar tempo", disse o presidente Arnaldo Tirone.

O Estado de S.Paulo

24 de fevereiro de 2012 | 03h04

O 'Estado' apurou que o clube conseguiu o dinheiro para pagar a primeira das três parcelas de 2 milhões (R$ 4,56 milhões) ao Werder Bremen (as outras duas vencerão em fevereiro de 2013 e fevereiro de 2014) para ficar com o meio-campista. E a ajuda não virá de um investidor que ficará com parte dos direitos do jogador, mas de uma pessoa que emprestará dinheiro ao Palmeiras.

Com esse acerto, Tirone consegue resolver o problema que estava travando a negociação e ganha tempo para encontrar um investidor que quite o empréstimo. Fechar a contratação passou a ser questão de honra para o presidente depois que a operação ficou ameaçada de fracassar depois de ser dada como certa há aproximadamente dez dias.

Wesley já está no Brasil há duas semanas, aguardando o Palmeiras levantar o dinheiro para assinar contrato por três anos. Ele tem 25 anos e começou no Santos. Após passagem pelo Atlético-PR, em 2009, retornou à Vila Belmiro e se firmou na equipe, atuando como volante e lateral-direito. Foi uma dos destaques na conquista do Paulista e da Copa do Brasil de 2010. / DANIEL AKSTEIN BATISTA E LUÍS AUGUSTO MONACO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.