Previsão é de frio intenso no GP alemão

As baixas temperaturas já eram esperadas pelas equipes no fim de semana em Nurburgring, onde será disputado, domingo, o GP da Alemanha, décimo do campeonato. Mas tanto frio com certeza não estava no programa delas e nem no da fornecedora de pneus da Fórmula 1, a Pirelli. "Hoje (ontem) caiu uma chuva fina e em alguns momentos pequenos flocos de neve", disse Heike Feldkamp, coordenadora da Hispania, ao Estado. A temperatura não passou dos 10 graus.

Livio Oricchio, O Estado de S.Paulo

20 de julho de 2011 | 00h00

Os pilotos vão ter à disposição os pneus médios e macios para os 5.148 metros da pista alemã, que nada tem a ver com o traçado original de 22.835 metros, ainda que agrade a maioria desses profissionais. "É duro esquentar os pneus em Nurburgring, hein?", disse Rubens Barrichello, da Williams, ao recordar as dificuldades da Brawn GP, sua escuderia, em 2009, último ano da corrida disputada no autódromo.

"Nós havíamos vencido várias etapas. Chegamos lá e suamos para chegar em quinto e sexto lugar ", lembrou Rubinho, em Silverstone. Jenson Button recebeu a bandeirada em quinto e Rubinho, sexto, a 23 e 24 segundos do vencedor, Mark Webber, da Red Bull, sua primeira vitória no Mundial de Fórmula 1.

A pista se estende por uma região chamada Eifel, no noroeste alemão. E os pilotos e seus engenheiros conhecem o microclima local, com temperaturas sempre bem mais baixas de Frankfurt, por exemplo, cerca de 230 quilômetros ao sul.

Em 1995, a prova foi disputada em 1.º de outubro. O treino de aquecimento (warm up), 4 horas antes da largada, teve de ser cancelado: nevou na noite anterior e o nevoeiro, domingo de manhã, tornou a visibilidade quase nula.

A notícia do frio intenso e elevada possibilidade de chuva para o fim de semana, agora, pode não ser boa para a Ferrari. Apesar do avanço notável do modelo 150 Italia no GP da Grã-Bretanha, dia 10, ficou evidente na prova como Fernando Alonso e Felipe Massa eram bem mais lentos que os pilotos da Red Bull, Sebastian Vettel, e Mark Webber, logo depois de substituírem os pneus de chuva pelos de pista seca.

Se depender do retrospecto, Massa tem possibilidades de ir bem. Nas duas vezes que correu com Ferrari em Nurburgring chegou ao pódio: terceiro em 2009 e segundo em 2007.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.