Primeira equipe africana a participar da Volta da França terá dois eritreus

A primeira equipe africana a participar da Volta da França, a MTN-Qhubeka, anunciou nesta terça-feira a relação dos seus nove ciclistas para a próxima edição da mais tradicional prova do ciclismo mundial e definiu a sua lista com dois competidores da Eritreia e três da África do Sul.

Estadão Conteúdo

23 de junho de 2015 | 10h37

A equipe, baseada na África do Sul, contará com os escaladores Merhawi Kudus e Daniel Teklehaimanot, da Eritreia. E os representantes sul-africanos serão Jacques Janse van Rensburg, Reinardt Janse Van Rensburg e Louis Meintjes. Todos os cinco africanos vão realizar suas estreias na Volta da França.

Os outros quatro ciclistas da MTN-Qhubeka serão o velocista norte-americano Tyler Farrar, o norueguês Edvald Boasson Hagen, o britânico Steve Cummings, e o belga Serge Pauwels.

Farrar venceu etapas em todos as três principais competições do ciclismo mundial - Volta da França, Giro d''Italia e Volta da Espanha - e vai liderar a equipe. Hagen também ganhou etapas da Volta da França.

A MTN-Qhubeka recebeu um convite para a Volta da França, que começa em Utrecht, na Holanda, em 4 de julho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.