Primeiro jogo da NFL fora dos EUA atrai interesse de londrinos

Mais de 90 mil ingressos já foram vendidos para a partida entre Miami Dolphins e New York Giants, em Wembley

26 de outubro de 2007 | 17h02

Almejando novos mercados para a expansão do futebol americano e, conseqüentemente, de seus produtos licenciados, o primeiro jogo da temporada regular da NFL está pronto para acontecer neste domingo, no Estádio de Wembley, em Londres, entre o New York Giants e o Miami Dolphins.   A partida pode até não ser interessante, mas o sucesso do evento já está garantido, uma vez que já foram vendidos mais de 90 mil ingressos para o confronto, e a publicidade do jogo é vista por todas as regiões da cidade de Londres, com pôsteres chamativos. A euforia é tanta, que o prefeito da cidade, Ken Livingston, recepcionou os presidentes das franquias num evento que chamou a atenção da mídia local.    De acordo com estimativas da NFL, cerca de 60 milhões acompanharão a partida, enquanto 10 mil norte-americanos já estão em Londres para assistir o jogo in loco. Já entre dois e três milhões de britânicos devem ficar de olho na partida pela televisão.   A escolha da cidade de Londres para sediar o primeiro jogo da NFL, fora dos Estados Unidos, deve-se ao interesse do público britânico, que acompanha a liga desde meados dos anos 80. "É uma semana muito importante para nós. Queremos fazer uma grande festa para mostrar o quanto o nosso esporte é atrativo, além de animar as pessoas a se interessarem pelo futebol americano", disse Roger Goodell, presidente da NFL.   Os jogadores de ambas equipes estão em Londres desde quinta-feira e o Miami Dolphins necessita da vitória, já que soma sete derrotas em sete jogos. Já o time de Nova York  mantém uma temporada regular e deve ter seu lugar nos playoffs.

Tudo o que sabemos sobre:
NFL

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.