Prisão do organizador da Commonwealth causa revolta

A prisão do presidente do Comitê Organizador dos Jogos da Commonwealth, realizados em 2010 em Nova Délhi, como parte de investigação sobre corrupção desencadeou uma onda de protestos e ira contra o dirigente na Índia, com várias pessoas saqueando seu escritório. Além disso, um sapato foi atirado na sua direção quando estava fora da corte.

AE-AP, Agência Estado

26 de abril de 2011 | 09h23

Suresh Kalmadi, o presidente do comitê organizador, foi detido na segunda-feira como parte de uma investigação sobre uma conspiração para favorecer a empresa suíça Swiss Timing Ltda. na compra de equipamentos para marcação de tempos e resultados das provas do evento.

O Partido do Congresso (CNI), atualmente no governo, suspendeu sua filiação na segunda-feira e os ativistas do partido saquearam o escritório e quebraram a sua fotografia na sede do CNI em Pune, cidade no oeste da Índia.

Um homem jogou um sapato na direção de Kalmadi quando ele se apresentava para uma audiência em Nova Délhi. Dois outros membros do Comitê Organizador dos Jogos da Commonwealth, Lalit Bhanot e V.K. Verma, haviam sido preso anteriormente como parte do mesmo processo.

Tudo o que sabemos sobre:
Jogos da Commonwealthcorrupção

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.