Paul White/AP - 30/9/2010
Paul White/AP - 30/9/2010

Produtores negam chance de carne ter dopado Contador

Departamento de Saúde Basco disse que nunca teve problemas com o distribuidor do alimento

AE-AP, Agência Estado

24 de novembro de 2010 | 10h43

Os produtores de carne da Espanha intensificaram a defesa dos seus produtos depois que o ciclista Alberto Contador culpou alimentos contaminados pelo resultado positivo de um exame antidoping durante a Volta da França. O Departamento de Saúde Basco disse que nunca teve problemas com o distribuidor de carnes ou o açougue espanhol de onde Contador alega que a carne veio.

"Eles sempre passaram em todos os controles sem problemas", disse o porta-voz José Blanco, citado pelo jornal esportivo AS. "É muito improvável que a carne estivesse contaminada. Nossos controles são muito exigentes".

A declaração vem dois dias depois que a Associação de Produtores de Carnes da Espanha pediram uma explicação das acusações de Contador. O ciclista pode perder seu terceiro título da Volta da França e ser suspenso por dois anos se for considerado culpado por uso de clenbuterol.

O ciclista espanhol afirma que a substância ilegal entrou em seu corpo através da carne, que foi comprada na cidade fronteiriça espanhola de Irún. Contador deu positivo em exame antidoping realizado no dia 21 de julho. Ele está suspenso provisoriamente, enquanto a Federação Espanhola de Ciclismo analisa o caso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.