Protestos também devem marcar o dia do sorteio

O sorteio dos grupos da Fifa, sábado, no Rio, vai ser marcado também por um protesto contra o presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e do Comitê Organizador Local (COL), Ricardo Teixeira.

Almir Leite e Sílvio Barsetti, O Estado de S.Paulo

28 de julho de 2011 | 00h00

A manifestação será contra as remoções forçadas de pessoas no Rio e em várias outras cidades que receberão partidas do Mundial de 2014 e contra a falta de transparência nas obras da Copa. Os organizadores do protesto estão marcando a concentração para o Largo do Machado, a partir das 10 horas. De lá, caminharão até a Marina da Glória, local do evento da Fifa, que tem início previsto para as 15 horas. A expectativa é de reunir 2 mil pessoas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.