Prudente vive domingo de orgulho e euforia

Clima na cidade, que pela primeira vez tem representante numa fase decisiva, é de festa para o jogo com o Santo André

Sandro Villar, O Estado de S.Paulo

11 de abril de 2010 | 00h00

Depois de 43 anos, um time de Presidente Prudente, a maior cidade do extremo oeste paulista com 230 mil habitantes, está na elite do futebol estadual e nacional. E pela primeira vez o time, que a cidade adotou, disputa uma semifinal do Paulista. Para sonhar com o título, o Grêmio Prudente precisa passar antes pelo Santo André, adversário de hoje, às 18h30, no Estádio Eduardo José Farah, o Prudentão, onde a segurança será feita por 215 homens da Polícia Militar.

Não se fala em outra coisa na cidade. "O futebol é essa coisa mágica que faz a gente esquecer que tem contas para pagar e problemas mais sérios para resolver. A gente acaba comentando apenas as boas notícias do time da cidade", comenta o publicitário Adilson Brevilheri, dono de agência de propaganda.

Adilson diz que na quinta-feira, um dia após a vitória do Prudente sobre o São Caetano, a cidade vivia novo clima. "Vi pessoas mais alegres, parece que tudo ficou mais harmonioso."

A chegada do time ajudou a economia e o setor imobiliário foi um dos mais beneficiados. "As locações de imóveis tiveram aumento de 10% desde que o Grêmio veio para cá", diz o corretor Luís Ricardo Carrijo, dono da Imobiliária Sistema. Ao todo, a delegação do clube, composta por 90 pessoas, alugou 28 moradias, entre casas e apartamentos, segundo o corretor.

O volante Marcos Assunção, pretendido pelo Palmeiras, que deve levá-lo após o Paulista, paga R$ 3 mil de aluguel por uma casa no Condomínio Damha II, um dos mais luxuosos da cidade.

O Prudente, dirigido por Toninho Cecílio, ex-dirigente do Palmeiras, tenta tirar a vantagem de dois empates do Santo André hoje. A vaga para a finalíssima será decidida no próximo fim de semana, no Estádio Bruno José Daniel, no ABC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.