Pugilista diz que mentiu sobre ameaças para perder luta

O pugilista argentino Sergio Medina disse nesta quinta-feira que mentiu sobre as ameaças para perder para o porto-riquenho Juan Manuel López, no último sábado, em Las Vegas. Ele havia dito que fora ameaçado de morte e que, por isso, acabou derrotado na disputa do título dos peso-galo da Organização Mundial de Boxe (OMB)."Eu menti, e agora peço perdão. Acho que minha carreira acabou", disse Medina, que sofreu sua segunda derrota em 35 lutas. "Ele me derrubou com méritos. Ele foi melhor. Agora tenho de decidir se quero continuar na carreira ou não", disse Medina. O argentino foi derrotado no primeiro round do combate, de maneira inapelável. Manuel Medina, treinador de boxe e pai de Sergio, repreendeu a atitude do filho. "Estou envergonhado pelo que ele disse. Como pai e como técnico."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.