Putin: presidente honorário da Federação Internacional de Judô

O primeiro-ministro da Rússia discursou na abertura da Super Copa do Mundo de judô, disputada em Moscou

EFE

24 Maio 2008 | 17h30

O ex-governante e atual primeiro-ministro da Rússia, Vladimir Putin, foi proclamado neste sábado presidente honorário da Federação Internacional de Judô (FIJ), um de seus esportes favoritos."Minha vida esteve ligada a este esporte, por isso fico especialmente grato ao me tornar membro desta representativa e grande família de entusiastas", comentou Putin, que é faixa preta de judô, ao receber a distinção.Putin discursou na abertura da Super Copa do Mundo de judô, realizada em Moscou e última competição antes dos Jogos Olímpicos de Pequim. O torneio reuniu 200 atletas de 25 países da Europa, Ásia e América Latina.Entre os brasileiros, o melhor resultado foi do paulista Leandro Guilheiro, bronze na categoria até 73 quilos. Ele só caiu na semifinal, para o japonês Masahiko Otsuka, por um wazari. Na disputa pelo terceiro lugar, venceu o ucraniano Gennadiy Bilodid por koka.O premiê russo apontou a FIJ como uma das organizações internacionais mais ativas e maciças por sua ampla quantidade de membros - 187 países - e prometeu fazer todo o possível para a realização de mais competições na Rússia.Putin, de 55 anos, ainda pratica judô e, quando mais novo, venceu uma série de torneios amadores. Em 1976, ele foi campeão da cidade de São Petersburgo, sua terra natal.

Mais conteúdo sobre:
Vladimir PutinRússiaFIJjudô

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.