Pyleva é suspensa por 2 anos pela Federação de Biatlo

A atleta russa Olga Pyleva (expulsa dos Jogos de Inverno após ser pega no doping pelo uso do estimulante caferdon) e seu médico Nina Vinogradova foram suspensos, nesta sexta-feira, por 2 anos pela Federação Internacional de Biatlo (IBU)."Pyleva foi escutada por 45 minutos pela Comissão de Disciplina e nós decidimos pela suspensão", informou Michael Geistlinger, secretario geral da Federação de Biatlo, que também comunicou que a suspensão dos russos começa a valer a partir da data do exame (13 de fevereiro).Além de ser expulsa de Turim, Pyleva perdeu a medalha de prata conquistada na prova de 15km de biatlo (modalidade em que os competidores caminham sobre a neve com esquis para atirar em determinados alvos).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.