Quadra vira passarela para musas

No Australian Open, 1º Grand Slam do ano, os novos vestidos das belas jogadoras chamam a atenção

Giuliander Carpes, O Estado de S.Paulo

18 de janeiro de 2011 | 00h00

As quadras são de tênis e estão entre os mais cultuados palcos do esporte. Mas, além dos meandros de uma partida, o Australian Open apresenta desde anteontem também um desfile de moda que movimenta o mercado e endeusa ou crucifica as modelos/tenistas por suas escolhas. A variação nos uniformes masculinos é mais sutil. Boa parte das conversas nas alamedas do complexo de Melbourne Park e nas redes sociais nestes primeiros dias de torneio é sobre os modelitos mostrados em quadra e não exatamente a qualidade demonstrada nas atuações.

Os vestidos mais comentados do primeiro dia de disputas foram os de Maria Sharapova, Caroline Wozniacki e Venus Williams. Nem sempre com adjetivos positivos, é verdade. O mais polêmico - o que já não é nenhuma novidade - foi o da americana. A cor é chamativa, como de costume (ela utilizou um modelo com brilho no US Open), um azul que se destacava do tom predominante das quadras do Australian Open. Parecia, no entanto, que ficou faltando a parte de baixo da roupa, já que os shorts de Venus ficavam constantemente à mostra.

Venus gosta tanto de moda - e de chamar a atenção - que tem uma marca própria de roupas. O negócio toma boa parte do seu tempo, mas não a prejudicou na estreia do torneio. A norte-americana passou fácil por Sara Errani: 6/3 e 6/2.

As musas Sharapova e Wozniacki foram as primeiras a mostrar suas novas coleções na Austrália. O vestido da russa teve ótima aceitação, valorizou suas curvas, enquanto o da dinamarquesa - desenhado pela renomada estilista Stella McCartney, filha do ex-beatle Paul - estava mais para o de uma bailarina do que de uma tenista. Inspiração discutível, embora as formas generosas de Wozniacki estivessem bem à mostra, o que sempre agrada os marmanjos.

Nem os técnicos se abstiveram de dar opinião. "Sharapova, com lindo vestido, passou fácil por Tamarine, oh não, Tanasugarn (a tailandesa, fora de forma, escolheu mal suas roupas)", comentou Judy Murray, mãe e conselheira técnica do número 5 do mundo, Andy Murray, no Twitter. "Wozniacki, com um vestido nem tão belo assim, jogou com (Gisela) Dulko. Festa das gatas na quadra principal", brincou a treinadora. Sharapova (que venceu por 6/1 e 6/3) desfila de novo hoje ante Virginie Razzano. Wozniacki (bateu Dulko por 6/3 e 6/4) tem outra chance de agradar aos críticos - enfrenta Vania King. / COM AGÊNCIAS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.