Wagner do Carmo|Divulgação
Wagner do Carmo|Divulgação

Quarto do mundo no martelo em 2016, Montanha se prepara na Eslovênia

Wagner Domingos traça meta ousada pra 2017: 'Mantenho o objetivo de lançar 80 metros'

Estadao Conteudo

07 Fevereiro 2017 | 15h22

Wagner Domingos, o Montanha, teve um ano de 2016 muito melhor do que esperava. Há anos sobrando como melhor brasileiro no lançamento do martelo, ele evoluiu do 50.º lugar no ranking mundial de 2015 para fazer a quarta melhor marca de 2016. A dificuldade em conseguir índice para grandes competições foi substituída por uma honrosa final olímpica no Rio.

Agora, ele quer alçar voos maiores. No Mundial de Londres, no próximo mês de agosto, quer chegar à final e se aproximar da zona de medalhas. Para tanto, iniciou sua preparação na Eslovênia, onde treina sob o comando do técnico Vladimir Kevo.

"Depois da Olimpíada, traçamos um novo programa olímpico. Começamos 2017 já pensando nos Jogos de Tóquio, em 2020. (O ano de) 2017 é o primeiro ano do ciclo e quero me classificar para o Mundial, com o objetivo de chegar na final e me aproximar da zona de medalhas", afirma o lançador de 33 anos.

Depois de melhorar o recorde nacional diversas vezes nos últimos 11 anos, ele lançou 78,63m em junho passado. Agora, traça uma meta ousada: "Graças às pessoas que sempre acreditaram em mim, ao Clube BM&F Bovespa, que me dá estrutura e a possibilidade de fazer esses campings, mantenho o objetivo de lançar 80 metros. Por que não?", questiona.

Mais conteúdo sobre:
atletismo Wagner Domingos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.