Quatro anos após lesão na NBA, Carlos Delfino volta ao basquete e acerta com Boca

Campeão olímpico de basquete em 2004, Carlos Delfino resolveu dar continuidade à carreira quase quatro anos depois de sofrer grave lesão jogando pelo Houston Rockets, na NBA. Nesta segunda-feira, ele foi anunciado como reforço do Boca Juniors, da Argentina, e deve fazer sua estreia já na quarta-feira.

Estadao Conteudo

06 de março de 2017 | 18h46


Considerado um dos maiores jogadores de basquete da Argentina, Delfino teve sólida carreira na NBA, passando por Detroit Pistons, Toronto Raptors, Milwaukee Bucks e Houston Rockets. Em uma partida contra o Oklahoma City Thunder em 1.º de maio de 2013, porém, ele levou um pisão de Kevin Durant, que quebrou o osso do seu pé direito.


Deste então, Delfino não conseguiu voltar a jogar. Ele chegou a ser trocado com o Milwaukee Bucks e, depois, com o Los Angeles Clippers, sem entrar em quadra. Mesmo assim, foi convocado e disputou os Jogos Olímpicos do Rio pela seleção argentina.


Aos 34 anos, ele pretende continuar a carreira e, diferente de Manu Ginobilli e Andrés Nocioni, seus companheiros no histórico ouro olímpico de Atenas, não confirmou aposentadoria da seleção após o Rio-2016. No Boca, vai ser a estrela do time último colocado da Conferência Sul da Liga Argentina.

Tudo o que sabemos sobre:
basquete

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.