Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Wang Zhao/AFP
Wang Zhao/AFP

Após Mundial, atleta americano passa por transplante de rim

Aries Merritt conquistou bronze nos 110 m com barreira em Pequim

Estadão Conteúdo

02 de setembro de 2015 | 11h33

Somente quatro dias depois de conquistar a medalha de bronze nos 110m com barreira no Mundial de Atletismo de Pequim, na China, o norte-americano Aries Merritt passou por uma nova e ainda mais importante batalha. Na última terça-feira, ele foi submetido a um transplante de rim, que transcorreu com sucesso.

Atual recordista mundial e campeão olímpico da prova, Merritt descobriu há dois anos uma rara doença genética que prejudica os rins. Por isso, precisava passar pelo transplante, que foi agendado após a constatação de que o órgão poderia ser doado por sua própria irmã.

Ao descobrir a doença em 2013, Merritt chegou a dizer que deixaria as pistas. Ele voltou atrás em sua decisão, seguiu competindo e na última sexta conseguiu mais uma medalha, mesmo sabendo que dias depois passaria por esta cirurgia. Após a prova, o próprio atleta disse que estava somente com 75% de suas condições.

Felizmente, o procedimento aconteceu com sucesso e menos de 24 horas depois Merritt já era visto andando pelo hospital. O norte-americano agora luta para recuperar a melhor forma e voltar a ser o atleta que cravou a incrível marca de 12,80s em 2012, que perdura como recorde mundial dos 110m com barreira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.