Quatro grandes de São Paulo ganham no Brasileirão; Cigano perde no UFC; saiba como foi o fim de semana esportivo

Ainda: vice de Hélio Castroneves na Fórmula Indy e primeiro título de Grigor Dimitrov

O Estado de S. Paulo

21 de outubro de 2013 | 07h30

SÃO PAULO - O fim de semana foi excelente para os quatro clubes do estado de São Paulo. No sábado, o

FUTEBOL INTERNACIONAL

Na Europa, os destaques ficam por conta do retorno de Kaká, que atuou alguns minutos na vitória do Milan sobre a Udinese, e da atuação do volante Paulinho, autor de uma assistência no triunfo do Tottenham sobre o Aston Villa. Na Espanha, o Barcelona, que contou com a volta de Lionel Messi, perdeu o 100% de aproveitamento no Campeonato Espanhol ao empatar em 0 a 0 contra o Osasuna. O time catalão só não perdeu a liderança da competição por que o Atlético de Madrid foi derrotado pelo Espanyol. No Alemão, os quatro primeiros do torneio (Bayern de Munique, Borrusia Dortmund, Bayer Leverkusen e Hertha Berlim) venceram seus compromissos.

UFC

O card principal do UFC 166, realizado em Houston (EUA), começou bem para os brasileiros, que teve o carioca Gabriel Napão Gonzaga nocauteando o norte-americano Shawn Jordan logo no primeiro round. No entanto, o brasileiro Júnior Cigano não foi páreo para Cain Velásquez na disputa do cinturão do peso-pesado. Cigano levou a luta até o quinto round, mas com uma performance ruim, perdeu por nocaute técnico.

VÔLEI

O Sada/Cruzeiro tornou-se primeiro time brasileiro campeão mundial masculino de clubes de vôlei no domingo. Jogando em casa, no Ginásio Divino Braga, em Betim (MG), a equipe mineira não tomou conhecimento do Lokomotiv Novosibirsk, da Rússia, venceu por 3 sets a 0 (parciais de 25/20, 25/19 e 25/20), se recuperando do vice-campeonato de 2012, quando foi derrotado pelo Trentino (Itália).

FÓRMULA INDY

Em uma corrida onde apenas nove dos 25 carros cruzaram a linha de chegada no oval de Fontana, nos Estados Unidos, o brasileiro Hélio Castroneves teve que se contentar com o vice-campeonato da categoria. Apesar de ter liderado o Mundial de Pilotos durante boa parte do ano, Helinho terminou a última etapa do calendário em sexto lugar e não evitou o terceiro título do neozelandês Scott Dixon na Fórmula Indy.

TÊNIS

Os três torneios (Viena, Estocolmo e Moscou) da semana foram vencidos por tenistas com backhand de apenas uma mão, algo cada vez mais raro em um esporte dominado por jogadores com revés de duas mãos. O grande destaque fica para a vitória da jovem promessa Grigor Dimitrov. O búlgaro, namorado da russa Maria Sharapova, virou para cima de David Ferrer (2/6, 6/3 e 6/4) para conquistar o título do ATP 250 de Estocolmo, seu primeiro no circuito da ATP. Nas outras finais, Tommy Haas bateu Robin Haase na decisão de Viena (6/3, 4/6 e 6/4), enquanto Richard Gasquet triunfou sobre o casaque Mikhail Kukushkin em Moscou (4/6, 6/4 e 6/4).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.