Quatro tenistas do Brasil jogarão nesta segunda-feira no quali de Roland Garros

Quatro tenistas brasileiros estarão em ação nesta segunda-feira em Roland Garros, Grand Slam realizado em Paris que abre as disputas de seu qualifying para suas chaves principais, cujos primeiros confrontos estão marcados para o próximo domingo. São eles: o cearense Thiago Monteiro, que faz sua estreia em um quali de Grand Slam como jogador profissional, os gaúchos André Ghem e Guilherme Clezar e o paulista João Souza, o Feijão.

Agência Estado, Estadão Conteúdo

15 de maio de 2016 | 22h25

O último deles será o primeiro a entrar em quadra, por volta das 6h30 (de Brasília), em duelo contra o italiano Andrea Arnaboldi na primeira rodada do qualificatório. Em seguida, por volta das 8 horas, Ghem medirá forças com o suíço Henri Laaksonen. Já em outras duas partidas previstas para começar às 9h30, Guilherme Clezar pega o norte-americano Frances Tiafoe, enquanto Thiago Monteiro, grande revelação do tênis nacional, encara o belga Ruben Bemelmans.

Eles tentarão se juntar a Thomaz Bellucci e Rogério Dutra Silva, os dois brasileiros mais bem colocados no ranking mundial atualmente, que já estão garantidos na chave principal de Roland Garros. Número 1 do País, Bellucci abrirá a sua semana participando do Torneio de Genebra, onde defenderá a condição de atual campeão, assim como chegará cheio de moral ao ATP 250 suíço, pois nesta última semana fez boa campanha no Masters 1000 de Roma e só foi ser eliminado por Novak Djokovic, que chegou a levar um "pneu" (6/0) antes de reagir e virar a partida.

Rogerinho, por sua vez, reforçou a confiança para disputar o tradicional Grand Slam realizado em quadras de saibro ao conquistar neste domingo o título do Challenger de Bordeaux, também na França.

Já nas duplas, o Brasil terá Marcelo Melo, atual líder do ranking mundial, jogando ao lado do croata Ivan Dodig, Bruno Soares (com o britânico Jamie Murray), André Sá (parceiro do australiano Chris Guccione), Marcelo Demoliner (com o croata Marin Draganja) e Bellucci, que não é duplista mas atuará nesta disputa masculina da competição ao lado do eslovaco Martin Klizan.

FEMININO - Já no feminino, o Brasil terá no qualifying as paulistas Beatriz Haddad Maia e Paula Gonçalves, esta última estreante nesta fase de um Grand Slam. A única tenista do País já garantida na chave principal é Teliana Pereira.

Essa será, por sinal, a maior delegação do Brasil em 20 anos no importante torneio parisiense. Com 13 tenistas nas disputas em Paris, também superou as marcas atingidas em 2009, 2010 e 2011, quando contou com um total de 12 jogadores em ação, mas naquelas ocasiões sem nenhuma representante feminina no qualifying e nas chaves principais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.