''Que o Flu venha almoçar conosco''

Antônio Corcione, assessor da presidência do Palmeiras, convoca torcida adversária e diz que Corinthians não deve esperar ajuda amanhã

Daniel Akstein Batista, O Estado de S.Paulo

27 de novembro de 2010 | 00h00

O clima no Palmeiras não é dos melhores e a eliminação na Sul-Americana é lembrada a todo o momento, mas o assunto mais comentado no clube é a rodada de amanhã do Campeonato Brasileiro. Se depender da diretoria e da torcida, o Corinthians já pode desistir de buscar o título.

Wlademir Pescarmona, diretor de futebol, já havia dito que, se possível, nem colocaria o time em campo para o confronto com o Fluminense. Ontem, Antonio Carlos Corcione, assessor da presidência, aumentou a polêmica ao convocar a torcida carioca para o desafio da Arena Barueri.

"Que eles venham almoçar conosco numa cantina. São Paulo está com um clima melhor do que lá (o Rio), aqui não tem tiroteio na rua", disse o cartola. Vamos receber a torcida do Fluminense de braços abertos. Esse pode ser o jogo do título."

Ninguém no Palmeiras fala abertamente "vamos entregar o jogo", mas o sentimento é único. Pescarmona afirma que espera muitos torcedores do Flu para, assim, conseguir uma renda maior. Mas ele próprio avisa que o rival alvinegro não deve contar com força alviverde. "A responsabilidade não deve ser jogada para cima da gente. Se o Corinthians tivesse vencido o Vitória, nada disso aconteceria", comentou. "Eles não fizeram sua parte e querem que a gente faça por eles?"

Ninguém no Palestra Itália cogitava um tropeço para o Goiás. Após um dia de folga, o elenco se reapresentou, sem as imaginadas férias. Felipão havia cogitado antecipar o descanso dos titulares, mas alguns deles devem ser relacionados para o jogo em Barueri - a maioria dos jogadores vai sair de férias na segunda-feira. Isso não significa, porém, que o Palmeiras entrará em campo com força máxima.

Reservas e time B. "A gente tinha montado dois times, um para a Sul-Americana e outro para o Brasileiro", lembrou Pescarmona. "Agora nada mais justo que esse pessoal (os reservas) vá até o fim. Os jogadores do sub-20 e do time B querem mostrar futebol. Acho que o Felipão vai fazer uma mescla: usar a base que vem atuando no Brasileiro com alguns que jogaram na quarta-feira."

O treino de ontem foi leve e com poucas brincadeiras. Antes de os atletas irem para o gramado, a conversa foi nos vestiários. No seu primeiro dia de trabalho após a licença médica de dois meses, Luiz Gonzaga Belluzzo se reuniu com diretores, treinador e jogadores. Mas nenhum dos atletas teve direito a se pronunciar. "Depois do que eles fizeram na quarta-feira, têm de ficar calados por um bom tempo", declarou Pescarmona.

Desfalques. Lincoln e Edinho são os únicos jogadores confirmados como desfalque para domingo - os dois estão machucados. Dos titulares que devem entrar domingo, estão o zagueiro Danilo e o atacante Luan. As principais peças, como Kleber e Marcos Assunção, dificilmente serão relacionados para o jogo que pode dar o título brasileiro ao Fluminense - desde que a equipe de Muricy Ramalho vença e o Corinthians perca para o Vasco.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.