Quebras de recordes marcam Troféu Brasil de Natação

Uma competição que rendeu a quebra de muitos recordes. Esta foi a tônica do Troféu Brasil de Natação, que terminou neste domingo, no Rio de Janeiro. Foram superados sete recordes brasileiros e sul-americanos, com muitas marcas se aproximando das mais difíceis da piscina longa nacional. Líder desde o início, o Pinheiros sagrou-se campeão com 2930 pontos. A Unisanta venceu o duelo com o Minas Tênis pela segunda posição, com 1767,5 pontos dos santistas, contra os 1710 da equipe de Belo Horizonte. Na divisão por sexo, o Pinheiros foi o primeiro também no feminino, com 1229 pontos. No masculino fechou a competição com 1701 pontos. César Cielo Filho, do Pinheiros, foi o melhor índice técnico masculino, pela prova dos 100m livre (48s82), e Thiago Pereira, do Minas Tênis, foi o atleta mais eficiente, tendo marcado 205 pontos para o seu clube. Entre as mulheres, a chilena Kristel Kobrich, do Corinthians, foi a atleta mais técnica, pelo desempenho na prova de 1500m livre (16m30s94), e Fabíola Molina a mais eficiente, com 178 pontos para a Esportiva São José/Fadenp. Felipe Lima, César Cielo e Leonardo Guedes, todos do Pinheiros, foram destaques do Troféu Brasil 2006. No último dia de finais, Felipe bateu o recorde sul-americano dos 100m peito, com 1m01s56. O tempo antigo era de Henrique Barbosa, do Minas Tênis (1m01s65), de maio deste ano, no Troféu Finkel. "Estou feliz demais. Bater o recorde sul-americano é algo que venho buscando há muito tempo. Finalmente consegui", disse Felipe. Outro destaque do clube campeão da competição foi Flávia Delaroli, que terminou o Troféu Brasil com mais duas medalhas de ouro. No último dia de competições, a velocista foi a mais rápida nos 100 metros livre e, ao lado de Tatiana Lemos, Manuella Lyrio e Paula Baracho, fez o melhor tempo no revezamento 4x100m livre. Os resultados a colocam na briga por uma das duas vagas da modalidade no Pan de 2007. ?Fechei com chave de ouro. As provas de hoje foram muito fortes e o desgaste acumulado de toda a semana também cobrou seu preço. Fico especialmente feliz por ter entrado na disputa pelo Pan. Meu treinamento está todo voltado para 2007 e isso só vem me mostrar que estou no caminho certo?, concluiu Flávia.

Agencia Estado,

10 Setembro 2006 | 15h19

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.